31/10/2013
Seja o primeiro a comentar

Mulheres na terceira idade melhoram a saúde com a hidroginástica

Gazeta do Oeste

Foi-se o tempo em que chegar à terceira idade era motivo para deixar de praticar esporte ou atividade física por causa de problemas de saúde. Agora é justamente para melhorar a saúde que as pessoas da terceira idade procuram realizar exercícios físicos. Os benefícios são para o corpo e mente.

A professora aposentada Maria Zélia Araújo, 65, conta que começou a fazer hidroginástica há quatro meses, e já percebe os primeiros resultados na saúde. Ela conta que o exercício foi recomendado pelo cardiologista como forma de prevenir problemas futuros no coração. “Não tenho problema no coração, mesmo assim o médico passou. Estou me sentido muito bem, tudo melhorou completamente. Acho muito necessário para cuidar não só do corpo, mas também da mente”, afirma.

Para complementar a hidroginástica, Maria Zélia conta que ainda pratica caminhada nos dias que não vai à piscina. Ela ressalta que caminhar é uma prática que já possui há dez anos. “Quando não venho pra cá de manhã, caminho à tarde pra compensar”, fala.

A professora aposentada conta que passou a cuidar mais de si após a aposentadoria. “Antes eu me preocupava com a saúde, sim. Mas trabalhava 60 horas por semana, cuidava da casa, dos filhos, não tinha tempo. Hoje tenho três filhos, três netos e me amo. Quero viver 100 anos”, conta a feliz senhora.

Já Bernadete Sampaio, 73, servidora aposentada do INSS, fala que pratica a hidroginástica há cerca de 10 anos. Ela lembra que começou a praticar o exercício por recomendação do ortopedista. “Eu tinha problema de coluna, artrose. Melhorou muito. Hoje subo até em árvores”, conta.

Com a ajuda da hidroginástica, Bernadete tem disposição até para cuidar de uma horta do próprio sítio. Os alimentos são produzidos sem uso de agrotóxico e ela vende aos amigos e familiares, inclusive leva para também vender na academia em que pratica hidroginástica. “Quando não trago, elas reclamam”, diz.

A educadora física e proprietária de academia, Gloriete Freire, explica que as alunas da terceira idade praticam os exercícios normais da hidroginástica, mas que cada uma segue o próprio ritmo. “Não existe idade para começar a fazer uma atividade física. Existem até idosos fazendo musculação nas academias, isso vai depender de cada um. A gente pede que vá ao médico para que indique os exercícios que a pessoa pode fazer”, ressalta.

Gloriete diz que os benefícios da hidroginástica são muitos, entre eles, a minimização dos sintomas de doenças que aparecem na terceira idade, o não sedentarismo e ainda a perda de peso. A convivência com outros idosos e alegria também são exercitadas durante as aulas. “Tem gente que chega aqui um pouco triste e já sai feliz no final da aula. A gente trabalha muito com dinamismo, dança, música. Elas cantam até em inglês mesmo sem saber o que estão dizendo”, diz a instrutora.

A educadora diz que a única reclamação que recebe das senhoras é em relação à água fria da piscina. Mas ela ressalta que a temperatura é a recomendada para a prática da hidroginástica. A atividade é recomendada para ambos os sexos, mas a turma na academia de Gloriete é exclusiva para senhoras. As aulas acontecem pela manhã e à noite. É importante que a pessoa procure uma atividade que goste, que se sente bem. Elas ficam parecendo aqui um monte de crianças”, finaliza. 

Avalie esta matéria:     0

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Olá Convidado
publicidade
Facebook
Twitter