29/10/2013
Seja o primeiro a comentar

O que fazer e quanto juntar para garantir a aposentadoria aos 50

Infomoney
 
Parar de trabalhar e ainda ter tempo para realizar os projetos, fazer todas as sonhadas viagens e cultivar os hobbies desejados ao longo de anos de vida dedicadas ao trabalho. Quem não deseja se aposentar assim?
 
O sonho, que para muitos parece inalcançável, pode não estar tão distante assim. A planejadora financeira certificada pelo IBCPF, Angela Nunes, destaca que disciplina e dedicação são muito importantes para quem deseja parar de trabalhar mais cedo.
 
A especialista explica que quem quer se aposentar aos 50 precisa se planejar para juntar, no mínimo, dinheiro suficiente para viver mais 40 anos, até os 90 anos de idade. Outro conselho importante é que a pessoa deve começar a juntar dinheiro o mais cedo possível, para assim conseguir lucrar mais com os juros compostos sobre o total de seu investimento ao longo dos anos. “O tempo é fundamental. Se a pessoa começar a poupar e investir muito tarde, o esforço terá que ser de uma magnitude muito maior”, ressalta Angela Nunes.
 
Além disso, a pessoa não pode utilizar o dinheiro acumulado para a aposentadoria para outros objetivos em nenhuma hipótese: “o dinheiro para a longevidade deve ser reservado apenas para isso”, afirma a especialista.
 
Sobre onde investir, a planejadora financeira afirma que é importante não se ater apenas aos produtos de previdência oferecidos por grandes bancos. “A pessoa pode investir em vários ativos, quando se é jovem, é possível tomar um pouco mais de risco sim para ter incrementos em sua renda”, explica Angela Nunes.
 
Já em relação a estratégias de investimento, a planejadora recomenda as NTN-B (Notas do tesouro nacional – Série B), que pagam juros semestrais ao investidor e podem ser uma boa fonte de renda, especialmente quando a pessoa já está aposentada. “Na fase da aposentadoria, é bom manter investimentos com rendimentos periódicos”, afirma.
 
“Para uma parcela da carteira, também pode ser interessante fazer uma composição com ações que pagam bons dividendos”, destaca Angela Nunes. No entanto, a especialista destaca que é importante que as empresas investidas sejam sólidas e exista uma revisão constante do portfólio.
 
As letras de crédito financeiro, como as LCIs e LCAs também são outra sugestão da planejadora financeira. “Existem muitas opções que oferecem segurança além da poupança”, ressalta. Outro conselho é sempre prestar muita atenção onde está investido, para assim saber se a rentabilidade está indo bem, especialmente na renda fixa, por conta da tendência no longo prazo de juros em queda.
 
Em uma simulação de investimento, uma pessoa de 20 anos precisaria juntar R$ 2.650,00 por mês para se aposentar aos 50 anos e conseguir viver até os 90 anos com uma renda de R$ 5.000,00 - só de previdência privada (sem contar a previdência pelo INSS).
Avalie esta matéria:     0

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Olá Convidado
publicidade
Facebook
Twitter