27/08/2013
Seja o primeiro a comentar

Mulheres ainda optam por investimentos seguros e diversificados

Istoé Dinheiro

 

Com mais de R$ 70,4 bilhões faturados em 2012, o mercado de previdência complementar contabilizou o crescimento de 47% na participação das mulheres neste setor, enquanto o masculino cresceu 33%. Com um maior número de mulheres chefiando famílias, a tendência é que essa fatia só aumente.

Além da previdência privada, mulheres ainda preferem investimento em poupança, que aparentemente é mais seguro, mas exceções já apontam para investimentos de risco como a bolsa. Segundo a BM&F Bovespa,  nos últimos oito anos, o número de mulheres que investem em ações aumentou em dez vezes.  Hoje já são mais de 150 mil as investidoras. 

A bancária Caroline Lopes, 33 anos, investia em fundos desde os 25 anos, mas decidiu mudar para a poupança, onde segundo ela, consegue ter mais liquidez. “Hoje eu opto pela poupança e usei parte dos meus recursos para investir em imóveis", diz.

Segundo Caroline, seu próximo passo será montar uma franquia com o retorno obtido pelos imóveis. “Estou buscando um segmento onde eu possa ter uma franquia. Pesquisei chocolates, mas estou olhando para outras possibilidades." Moradora da cidade de Jundiaí, interior de São Paulo, ela vê no crescimento da cidade uma oportunidade de ganhar dinheiro com franquias. 

A consultora Aline Rabelo, do Investmania, explica que o ato de investir acaba se tornando mais fácil e flexível para o jovem investidor. “Ele acaba tendo maior capacidade de investir no mercado de ações. Se enfrentar uma crise, ele tem tempo para se recuperar", afirma.

Avalie esta matéria:     0

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Olá Convidado
publicidade
Facebook
Twitter