31/10/2013
Seja o primeiro a comentar

8 hábitos para uma alimentação mais nutritiva para você e sua família

Portal Família

 

Ano após ano sempre vemos muitos modismos alimentares. Apesar de termos certeza de que aquilo que comemos de fato afeta nossa saúde, é muito difícil saber exatamente o que fazer e que programa seguir. 

Sempre que você está preparando uma refeição para você mesma ou para sua família, o melhor a fazer é descobrir o que realmente combina com sua família. Esse geralmente não é o caminho mais fácil, mas com certeza vai afetar seu bem-estar diário. Da mesma forma que os modismos vêm e vão, existem alguns pontos que são sempre verdadeiros. Se você já está fazendo isso, muito bem! Se não está, escolha um ponto em que trabalhar até que se torne uma rotina. Depois, passe para o ponto seguinte.

1. Beba água. A água, pura e fresca, limpa o organismo e é ótima para seu corpo. Beba um copo pela manhã antes de comer qualquer coisa. Misture um pouco de suco de limão para dar uma incrementada. Mantenha uma garrafa de água perto de você o tempo todo. Tomar um copo de água antes de cada refeição pode ajudar a evitar comer demais. Prefira beber água em vez de suco, leite ou refrigerante pelo menos parte do dia.

2. Prepare um cardápio. Planejar um cardápio reduz o estresse causado pelas decisões de último minuto no preparo de refeições. Sem ter um cardápio planejado você corre o risco de apelar para a compra de sanduíches em uma rede fast food quando estiver voltando para casa. Uma refeição que foi planejada quase sempre será mais nutritiva, sem mencionar o fato de que economizará seu dinheiro. Planeje o cardápio para uma ou duas semanas ou mesmo para um mês. Faça uma lista dos pratos prediletos de sua família para o café da manhã, o almoço, o jantar ou os lanches e preencha um calendário. Compre os ingredientes e prepare a refeição. Não se preocupe se não puder seguir à risca. Imprevistos acontecem sem avisar (por isso se chamam imprevistos!), mas procure fazer o possível para se manter dentro da programação.

3. Tenha uma despensa bem abastecida. A tentação de comer algo menos nutritivo vai surgir quando seus armários estiverem vazios. Manter os itens básicos que você usa com frequência à disposição vai ajudar a fazer com que o preparo das refeições seja mais tranquilo e seja um sucesso. Você abre a geladeira ou o armário e vê que é bom ter o que escolher.

4. Armazene vários tipos de frutas e legumes. Devemos consumir mais frutas e vegetais em nossa alimentação, mas se não os tivermos na cozinha e na geladeira, não teremos a opção de usá-los. Frutas frescas são fáceis de consumir no café da manhã e são ótimas na hora do lanche (e até mesmo como sobremesa). Para consumir uma boa quantidade de legumes todos os dias, é preciso servi-los no almoço, no jantar e entre as refeições (e parabéns para você se conseguir servi-los no café da manhã também!). Se seus filhos quiserem comer alguma coisa antes de o almoço ou o jantar estar pronto, um prato de legumes pode refrear a fome deles e garantir que ainda terão apetite na hora da refeição. Uma visita à feira pode ser uma ótima maneira de comprar produtos frescos por um bom preço e ajudar sua família a experimentar frutas e legumes que normalmente não compramos.

5. Limite o consumo de doces.  Em nossa alimentação regular já temos muito açúcar. O ideaç é escolher um dia por semana para as guloseimas. Sabemos que em determinado dia teremos um descanso para a “dieta” e isso torna mais fácil dizer não nos outros dias da semana. A regra é adaptável a festas de aniversário ou outras datas especiais, reforçando a ideia de que os doces são para datas especiais e não a norma. Tenha um espírito de aventureiro e experimente alguns substitutos para o açúcar (por exemplo, mel ou stévia).

6. Cozinhe em grande quantidade. Uma das partes mais difíceis de ter hábitos saudáveis é o tempo exigido pelo preparo dos alimentos. Quando você tiver de encontrar tempo para preparar um almoço ou jantar nutritivo, faça valer a pena. Prepare ensopados, lasanha e outros pratos trabalhosos, você pode congelar as porções excedentes para servi-las dentro de uma ou duas semanas.

7. Opte por comida de verdade. Apesar de ser muito fácil abrir um pacote congelado de comida industrializada ou abrir uma lata, essas não são opções nutritivas. Alimentos processados geralmente contêm muito açúcar, muita gordura ruim e quase nenhum carboidrato. Tome a decisão de comer o que seus avós comiam e estará fazendo um grande bem para si mesma e para aqueles que você ama.

8. Desfrute as refeições. Aproveite o momento, sente-se e desfrute o alimento que está comendo. Sinta os sabores e mastigue bem. Além de ajudar a digestão, agindo assim você terá um tempo valioso para conversar com sua família ou ponderar sobre seu dia.

Não se deixe convencer de que levar uma vida saudável é um grande desafio. Realmente faz toda a diferença e todo o esforço vale a pena.

Avalie esta matéria:     0

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Olá Convidado
publicidade
Facebook
Twitter