18/02/2013
Seja o primeiro a comentar

Cães também podem ter alergia?

Revista Saúde é Vital

 

Você já teve a impressão de que o seu cachorro acordou com o rosto inchado? Pois bem, você estava certo. Muitas vezes, o sinal mais comum de um processo alérgico agudo nos cães é o edema, também conhecido como inchaço na face.

A princípio, é essencial que os donos tentem observar o que pode ter desencadeado o problema, tentando evitar uma nova exposição ao agente alergênico. Medicamentos, picadas de inseto e, pasmem, até mesmo as vacinas podem ser as responsáveis pelos edemas. Daí, os sintomas não demoram a aparecer e o inchaço na face é confirmado por um exame em que o médico veterinário pressiona a face do animal e nota uma marca chamada sinal Godet positivo.

Feito o diagnóstico, o veterinário deverá tratar o problema fazendo uso de cortiocoide e de um anti-histamínico (antialérgico). Esse é um tratamento emergencial que normaliza o inchaço e evita crises graves de alergia, as quais podem evoluir para um edema de glote perigoso. Portanto, ao identificar tais sintomas, leve rapidamente o seu cãozinho a um pronto-socorro animal.

Para os cachorros que têm alergia a alguns tipos de vacina, a solução não é abandonar as injeções, mas apostar em uma medicação preventiva antes de expô-lo novamente ao risco. Se o problema for desencadeado por remédios, como antibióticos, a alternativa é trocar a medicação. No caso das picadas de insetos, o melhor ainda é telar os ambientes em que o animal costuma ficar. Alguns produtos repelentes próprios para cães também podem ser utilizados.

Portanto, para evitar sustos, a dica é ficar atento a tudo o que pode fazer mal ao seu bichinho. Cãobinado?

Avalie esta matéria:     0

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Olá Convidado
publicidade
Facebook
Twitter