29/10/2013
Seja o primeiro a comentar

O que fazer para uma empresa crescer sem perder a qualidade

UOL

 

Ao expandir uma marca pelo sistema de franquias, o empreendedor precisa ter certeza que o modelo do negócio está sendo replicado de maneira fiel ao original.

Enquanto a rede conta com três ou quatro unidades, o empreendedor consegue saber por conta própria o que acontece com cada uma delas e se todas oferecem a qualidade no atendimento que o consumidor da marca espera.

Mas e quando a rede chega a dez ou quinze unidades?

Muitas marcas de varejo contam com o apoio de um supervisor de loja, que é responsável por acompanhar a execução da tarefas e dar feedback aos funcionários, organizar o planejamento de compras e análise de mercado varejista, estoque, coleção e aceitação do cliente.

No universo do franchising, essas funções são exercidas pelo consultor de campo.

O consultor de campo é figura fundamental para a rede, já que o franchising parte da premissa que o DNA da marca deve ser utilizado por outra pessoa, o franqueado, e levado para regiões onde o empreendedor talvez não conseguisse chegar sozinho.

A consultoria de campo é um dos principais canais de comunicação das estratégias e ações da franqueadora para a rede franqueada e vice-versa.

O trabalho do consultor consiste, principalmente, em realizar visitas às unidades franqueadas, conferindo se o know-how está sendo aplicado e se a loja, no caso a franquia, entrega para o consumidor a promessa da marca por meio dos seus serviços e produtos.

É de extrema importância que o consultor de campo esteja alinhado com a sua marca e com seu modelo de negócio, para que ele possa sanar as dúvidas do franqueado com precisão.

E, quando necessário, apontar durante a visita quais pontos devem ser melhorados, já que o crescimento saudável da rede depende do bom funcionamento das unidades já existentes.

Ao realizar a visita, o consultor pode auxiliar o franqueado a montar um plano de negócios e orientá-lo quanto a melhorias na gestão da unidade e no incremento de vendas.

É imprescindível que o consultor alie conhecimento, habilidade e atitudes.

Conhecimento sobre a marca, mercado de atuação e concorrência; habilidades como marketing, desenvolvimento de pessoas, legislação, comercial e financeiro; atitude para passar o feedback da visita para o franqueado, independente de o resultado ser positivo ou negativo.

Uma equipe qualificada de consultores de campo ou de negócios, como também é conhecido, é fundamental para que uma rede possa crescer de forma estruturada, oferecendo continuamente um ótimo suporte para seus franqueados.

Avalie esta matéria:     0

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Olá Convidado
publicidade
Facebook
Twitter