28/10/2013
Seja o primeiro a comentar

Fraude atinge sete em 10 empresas no Brasil

Exame.com

As descobertas de fraudes em empresas brasileiras estão se multiplicando mais rápido do que nos outros países. É o que aponta um relatório inédito elaborado pela empresa de investigação americana Kroll, que ouviu 901 executivos ao redor do globo em parceria com a unidade de inteligência da revista inglesa Economist.

Segundo a pesquisa, 74% das companhias brasileiras sofreram pelo menos um episódio de fraude nos últimos 12 meses — contra 54% em 2012. O crime mais comum no país foi o roubo de estoque ou de ativos (37%) – neste quesito, só não perdemos para os países africanos. Em seguida, vêm os conflitos de interesse (26%) e as fraudes envolvendo equipe de compras e fornecedores (23%), ambos com índices acima da média global.

As fraudes têm impacto pesado sobre o caixa das empresas: as perdas corresponderam a 1,7% das receita delas, ante 0,5% em 2012. Os motivos? A alta rotatividade de funcionários e a falta de investimentos em controles e boas práticas, diz a Kroll.

Avalie esta matéria:     0

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Olá Convidado
publicidade
Facebook
Twitter