04/10/2013
Seja o primeiro a comentar

Paim registra vigília em defesa de direitos dos aposentados

Agência Senado

 

Em discurso no Plenário nesta quarta-feira (2), o senador Paulo Paim (PT-RS) registrou a vigília realizada pela Confederação dos Aposentados e Pensionistas do Brasil (Cobap) na última noite, em frente ao Congresso Nacional. Paim disse que ficou até 3h da manhã na manifestação, que reuniu cerca de 500 idosos.

De acordo com o senador, o movimento cobra uma política de reajuste para aposentados e pensionistas que acompanhe o crescimento do salário mínimo. A Cobap ainda pede a reposição das perdas salariais e o fim do fator previdenciário. Paim também contou que participou, pela manhã, na Câmara dos Deputados, de um debate sobre a situação dos idosos brasileiros. Na visão do senador, a ausência de aumento salarial, o fator previdenciário e a falta de recuperação das perdas constituem uma violência contra os idosos.

Servidor com deficiência

O senador defendeu o Projeto de Lei do Senado (PLS) 250/2005, de sua autoria, que trata da aposentadoria especial para o servidor público com deficiência. Paim disse que não entende a “enrolação” e por que a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) não vota a matéria. Para o senador, é justa a definição de critérios diferentes para a aposentadoria do servidor com deficiência. Ele lembrou que o trabalhador da área privada já tem esse direito.

- As pessoas com deficiência merecem um tratamento adequado e mais sensibilidade – disse o senador.

Paim também registrou pesquisa do Observatório UniLaSalle, de Canoas (RS), sobre postos de trabalho da indústria calçadista gaúcha. A pesquisa apontou que o setor gera 200 mil empregos diretos e é importante para a economia do estado. O estudo indica problemas e possíveis soluções para o crescimento do setor.

Avalie esta matéria:     0

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Olá Convidado
publicidade
Facebook
Twitter