31/10/2013
Seja o primeiro a comentar

Biblioterapia: livro é um santo remédio pra cabeça

Revista MdeMulher

 

Implementada pelo governo britânico em 2013, a biblioterapia funciona assim: o psiquiatra identifica qual doença está afligindo seu paciente e, aí, prescreve um livro específico como parte integrante do tratamento. Com a receita em mãos, o indivíduo vai até uma biblioteca de sua cidade e pega emprestada a obra sugerida. "Nesses primeiros meses de funcionamento, o retorno do público vem sendo bem positivo", destaca Debbie Hicks, fundadora e diretora de pesquisa da Reading Agency, organização que capitaneia a terapia literária na Inglaterra. Atualmente, 17 transtornos, como fobias e a bulimia nervosa, já têm indicações de leitura. "Os títulos são selecionados conforme evidências encontradas em artigos científicos e recebem o aval de especialistas", completa Debbie.

Os livros mais receitados

A Resposta

Autor: Kathryn Stockett

Editora: Bertrand Brasil

Páginas: 574

Um Gato de Rua Chamado Bob

Autor: James Bowen

Editora: Novo Conceito

Páginas: 240

Felicidade Demais

Autor: Alice Munro

Editora: Companhia das Letras

Páginas: 344

A Improvável Jornada de Harold Fry

Autor: Rachel Joyce

Editora: Suma de Letras

Páginas: 248

Clássicos de jaleco branco

Autor: Machado de Assis, 1882

O médico Simão Bacamarte abre um hospício para estudar as diferentes formas de loucura. Detalhe: ele começa a usar sujeitos saudáveis nas pesquisas. 

 
Avalie esta matéria:     0

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Olá Convidado
publicidade
Facebook
Twitter